PRESOS SUSPEITOS DE ASSALTAREM CASA DO PRESIDENTE DO TRE – RN

Uma ação dos agentes da Divisão Especializada em Combate ao Crime
Organizado (Deicor) do
Rio Grande do Norte, ocorrida na noite desta
terça-feira (10), terminou com a prisão de dois homens e a morte de outro,
todos acusados de realizarem assaltos a residência no litoral Norte do estado.
O suspeito Leandro Faustino da Silva morreu ao trocar tiros com os policiais.

A abordagem aos três ocorreu na praia de Muriu, após uma denúncia
recebida pela polícia. De acordo com o delegado Marcelo Alberto Maceiras,
adjunto do Deicor, um dos presos foi identificado por várias vítimas dos
assaltos, inclusive as que estavam na residência do desembargador e presidente
do Tribunal Regional Eleitoral do RN, João Rebouças, que teve sua
casa
roubada no último dia 24 de setembro
.

Ainda de acordo com o delegado Marcelo Maceiras, os médicos que
atenderam o preso identificaram o uso de entorpecentes. “Ele estava muito
exaltado”, contou o delegado. Maceiras disse ainda que conseguiu conversar com
o suspeito, que lhe informou sobre a existência de outras duas residências que
serviriam de apoio para a suposta quadrilha.

Outra casa, também em Muriu, e um imóvel em Pitangui, foram
investigados pela polícia. Nos imóveis os policiais apreenderam quatro
automóveis e uma motocicleta com queixas de roubo, uma pistola 765, outra 380,
um revólver calibre 38, além de aparelhos de som, televisores e vídeo games.

Na residência de Pitangui, os agentes do Deicor encontraram também uma
carteira de identidade falsa com o nome de
Valdir
Souza do Nascimento
. Ele é foragido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz e apontado pela
polícia como cúmplice em várias ações criminosas, inclusive no assalto à casa
do presidente do TRE.

 
Fonte: G1.com/rn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *