MP INVESTIGA SUPOSTO ABUSO DE PODER ECONÔMICO DE CLAUDIA REGINA




 As promotoras eleitorais Karine Crispim
Henriques e Ana Araújo Ximenes Mendes instauraram inquérito civil contra a
prefeita eleita de Mossoró, Cláudia Regina, e o vice-prefeito Wellington Costa
Filho para investigar suposta prática de abuso de abuso de poder econômico na
campanha para prefeito do município de Mossoró.
As promotoras querem saber as circunstâncias do uso de um helicóptero, de
propriedade do empresário Edvaldo Fagundes de Albuquerque, que teria sido
empregado na campanha dos candidatos. Nas diligências, há busca de informações
sobre o custo de locação de helicóptero junto às empresas locais e regionais,
bem como o custeio médio com combustível; requisitam ao empresário que
apresente cópia integral do contrato para utilização da aeronave na campanha
dos candidatos eleitos, bem como documentação de propriedade do helicóptero.

Cláudia Regina foi a candidata apoiada pela
prefeita de Mossoró, Fafá Rosado, e pela governadora Rosalba Ciarlini, ambas do
DEM. Na disputa em Mossoró, ela venceu a deputada estadual Larissa Rosado, do
PSB, depois de aparecer em desvantagem em pesquisas de intenção de voto
divulgadas na cidade.

A portaria (Nº 01/2012-34ªZE) do Ministério Público Eleitoral, 33ª e 34ª zonas
eleitorais, para a
investigação sobre o suposto abuso do poder econômico foi
publicada na edição desta quarta-feira (14) do Diário Oficial do Estado.

 Tribuna do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *