JUSTIÇA

Juiz condena
sargentos, empresários e civis acusados na Operação Jabulani

O juiz de São Paulo do Potengi, Peterson Fernandes Braga,
condenou os réus da chamada ‘Operação Jabulani’, esquema desbaratado pelo
Ministério Público sob a acusação de amplo crime de comércio de armas de fogo e
munição no Rio Grande do Norte. As penas imputadas pelo magistrado variaram de
seis anos e oito meses a vinte anos e três meses de prisão. A sentença de 136
páginas foi proferida na quarta-feira (10).
As condenações envolvem sargentos da Polícia Militar, empresários e civis. São
eles: Marinaldo Gomes de Oliveira, Márcio Valério de Medeiros Dantas, João
Francisco de Souza, Antônio Martins Filho, Geraldo Meireles dos Santos, Simão
Tasio Moura de Morais e Francisco de Araújo Dantas.
O MP sustentou, na denúncia, que o sargento da Polícia Militar Marinaldo Gomes
era o comandante do esquema criminoso, comprando, vendendo, trocando e
guardando armas de fogo e munições. Ele foi acusado também de negociar
diretamente com Márcio Valério para a realização da empresa criminosa.
Ainda segundo os promotores, as interceptações telefônicas demonstraram
contatos permanentes entre os cinco primeiro denunciados acima, sempre
negociando valores, armas e munições.

Fonte: Jornal de
Fato

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *