JUIZES ELEITORAIS DE 111 CIDADES DO RN SOLICITAM APOIO DE TROPAS FEDERAIS

Número de cidades corresponde a 66,46% dos municípios potiguares.
Comando Geral da Polícia Militar garantiu que irá atender às solicitações

Os juízes titulares de 45 zonas eleitorais do Rio Grande do Norte solicitaram ao Tribunal Regional Eleitoral, o reforço de tropas federais para o dia de votação. O número de municípios que deverão receber reforços na segurança no dia 7 de outubro chega a 111. O comandante geral da Polícia Militar do RN, coronel Francisco Araújo, garantiu que as solicitações de reforços serão atendidas. No estado, são 69 zonas eleitorais que atendem a 167 cidades, incluindo a capital. Os juízes eleitorais de Natal, porém, não encaminharam pedido de reforço, até hoje. O presidente do Tribunal Eleitoral Regional, desembargador Saraiva Sobrinho, foi procurado pelo G1 para comentar a quantidade de pedidos encaminhados e comparar os dados com eleições anteriores. O magistrado, porém, disse via assessoria de imprensa que não iria falar sobre o assunto. A solicitação de reforço policial na véspera e no dia da eleição, é uma decisão que depende de cada juiz eleitoral. Eles avaliam a possibilidade de conflitos entre eleitores adversários, a manutenção da ordem nos municípios durante a montagem dos equipamentos para a votação e ao longo do dia do pleito. Dependendo da necessidade, os juízes solicitam o apoio de tropas ao TRE através de ofício. Em caso negativo, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral encaminha o pedido de envio de tropas federais ao Tribunal Superior Eleitoral, que veta ou aprova o deslocamento dos soldados. Tanto os policiais militares e as tropas federais que atuam durante o período de votação, trabalham na segurança das urnas eletrônicas, dos locais de votação e, em alguns casos, na logística de transporte dos eleitores. No Rio Grande do Norte, entretanto, a segurança será garantida pela Polícia Militar. “Todos os anos de eleição, a Polícia Militar do RN garantiu a segurança dos municípios. Nós sempre fazemos a guarda das urnas e das cidades. Nós estaremos em todos os locais de votação”, afirmou o coronel Francisco Araújo. De acordo com o comandante geral, os policias que atuam na área administrativa dos quartéis serão convocados e receberão diárias operacionais. “Teremos reforços em todas as cidades”, garantiu o coronel. Em todo o estado, existem 1.586 locais de votação. Na capital, estão 211 deles. O número de zonas eleitorais chega a 69 e abragem 7.146 seções eleitorais. O presidente do Tribunal Eleitoral, por sua vez, confirma o recebimento do documento e o encaminha ao Governo do Estado, para analisar a possibilidade de atendimento ou não do pedido do juiz eleitoral. O Executivo Estadual decide, em conjunto com o Comando Geral da Polícia Militar, se o efetivo disponível atende ou não a solicitação judicial e, ainda, se autoriza a entrada de tropas federais no estado.


Fonte: Tribuna do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *