ESCLARECIMENTO “GUARDA MUNICIPAL’

Publicado em um blog da cidade que tem como intuito denegrir
a imagem da Guarda:
CONVERSANDO COM ALGUNS VEREADORES COM RELAÇÃO A EFETIVAÇÃO
DA GUARDA PATRIMONIAL MUNICIPAL, AINDA DIVERGEM MUITO ÁS OPINIÕES, UNS ACHAM
QUE DA FORMA QUE VEIO O PROJETO É INCONSTITUCIONAL, PORQUE OS PRETENSOS GUARDAS
MUNICIPAIS SÃO CONCURSADOS PARA VIGIAS E O PREFEITO KERGINALDO NÃO PODERIA
EFETIVA-LOS EM OUTRA FUNÇÃO SEM PASSAR PELO CONCURSO PÚBLICO PARA GUARDA
MUNICIPAL, OUTROS DISCORDAM DAS ATRIBUIÇÕES QUE ESSA GUARDA QUER TER,PORQUE
CONSTITUCIONALMENTE NÃO É PERMITIDOS AOS OLHOS DA LEI, DIANTE DO NUMERO DE
HABITANTES EM MACAU PRECISARIA TER PARA COMPORTAR A GUARDA DA FORMA QUE VEIO O
PROJETO, QUE MACAU TERIA QUE TER MAIS DE 50.000 HABITANTES E MACAU SÓ TEM
30,000. Mediante isso, quem é o individuo em usar a palavra “AOS
OLHOS DA LEI” que o mesmo não tem postura ilibada, a Cidade de Macau lembra
o ato covarde praticado pelo Cidadão se é que pode assim se referir a um
COVARDE que tirou a vida de uma mulher de forma brutal.
 Nota: A Guarda
Municipal foi devidamente capacitada, e mediante a Lei do Desarmamento Lei
10.826, de 22 de dezembro de 2003, sabemos que não é permitido o uso de arma
letal e nossa metodologia de trabalho é a prevenção, ao trato com urbanidade a
população, ninguém quer o uso de arma letal, mas sim dignidade e respeito aos
pais de família que colocam suas vidas em risco pra proteger a população.
Todos os vereadores são favoráveis a regulamentação da
Guarda, o momento é que a Administração Municipal está procurando os meios
jurídicos legais pra concluir esse Projeto e enviar a Câmara, temos como
exemplo a maior Guarda do Brasil que é a de Curitiba, que seus Guardas foram
oriundos do quadro de vigias daquela Cidade, estamos na luta e ninguém é maior
que Deus!!!!! Nota
se que um tipo de homem deste ainda recebera o Título de Cidadão Macauense , um
absurdo!!!!!
   ANSELMO SAMPAIO – Comandante da Guarda Municipal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *