CANTOR MORRE APÓS BATER EM CARRO DA POLICIA EM GOIAS

Boni Júnior fugia após ser flagrado fazendo manobras perigosas, diz PM.
Um policial militar também ficou ferido no acidente; caso será investigado.

Segundo a polícia, o cantor
sertanejo José Bonifácio Sobrinho Júnior, conhecido na região como Boni Júnior,
tinha 28 anos e estaria fazendo manobras perigosas na cidade de Panamá quando
percebeu a presença da PM e teria tentado fugir para Goiatuba.

Uma barreira foi montada na
pista para deter o músico, mas ele não teria parado e bateu no carro da
polícia. O músico morreu no local e um dos policiais militares, que estava em
serviço, foi atropelado e ficou gravemente ferido.

“A gente depende vários
fatores. Nós solicitamos todo o apoio necessário que exige a ocorrência,
polícia, perícia, delegado. Então, todas as entidades de segurança que fazem
parte foram informadas. Nós informamos nossos superiores e todas as medidas
foram tomadas. Então, futuramente nós vamos esclarecer os fatos, após a perícia
e os dados concretos que nós tivermos em mãos”, esclarece o major Júlio César
Antunes Maciel.

Investigação

Muito abalada, a família do cantor não quis gravar entrevista, mas informou que
as circunstâncias do acidente ainda não foram esclarecidas e aguardam a
elucidação do caso.

A Polícia Civil vai começar
a investigar o caso. O delegado de Goiatuba, Gustavo Carlos Ferreira, instaurou
o inquérito, mas disse que vai aguardar o resultado dos laudos da Polícia
Técnico-Científica para começar a ouvir depoimentos do caso. O prazo para
divulgação dos laudos é de até dez dias. Segundo a Polícia Militar, o soldado
foi encaminhado para o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), em Goiânia, e o
estado de saúde dele nesta manhã é considerado estável.


Fonte: G1.com

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *