ALUNOS BEM ALIMENTADOS E MAIS RENDIMENTO ESCOLAR NO JOÃO PENHA

 Um
projeto pioneiro com objetivo de garantir o direito à alimentação num espaço
adequado, com possibilidades de vivência social e aprendizagem, envolvendo
desde seu aspecto nutricional, até sua relação com a formação e consolidação de
hábitos e atitudes saudáveis, vem obtendo resultados satisfatórios, no Complexo
Educacional João Penha Filho, em Macau, onde
680
alunos matriculados do 1º ao 9º
recebem duas refeições. 
No
turno matutino, as refeições são servidas às 7
horas (desjejum) e às 11h20hs (almoço). Já os alunos matriculados no turno da
tarde, lancham às 14h20 e jantam às 17 horas, antes de ir para casa. Segundo a
diretora da escola, Suzinha Bezerra, o cardápio
é acompanhado pela nutricionista da Secretaria Municipal de Educação.
“As duas refeições na escola colaboram na melhoria das condições
nutricionais dos alunos, possibilitando a diminuição dos índices de evasão
escolar e repetência, trazendo conseqüências para o rendimento escolar”,
declarou Suzinha Bezerra, acrescentando que
o projeto é bem avaliado pelos pais dos alunos.
Segundo
a assessoria da Secretaria de Educação, desde a inauguração da escola na gestão
do prefeito Kerginaldo Pinto, são servidas duas refeições diárias nos horários
compatíveis ao cardápio: café da manhã e almoço para os que estudam no turno da
manhã, e lanche e jantar aos que estudam no turno da tarde.
O
Secretário Municipal de Educação, Padre Lenilson Chagas lembra que outro
diferencial do projeto desenvolvido pela gestão municipal desde 2014, a partir
de uma experiência inovadora no João Penha Filho é a utilização do espaço de
multiuso da escola, onde as crianças e adolescentes dispõem de um refeitório
adequado para as refeições. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *